Buscar

Juventude Indígena contribui na realização de Encontro convocado por Raoni Metuktire

Marcando o início das agendas do Movimento Indígena em defesa dos direitos ambientais e territoriais, janeiro aconteceu o Encontro dos Povos Mebengokrê e Lideranças Indígenas do Brasil, convocado por Raoni Metuktire do Povo Kayapó.


O Encontro, foi marcado pela presença de povos indígenas das cinco regiões do Brasil, e a juventude indígena teve a participação desde o início para realização desse momento único convocado pela liderança tradicional Raoni Metuktire.


O Movimento Mebengokrê Nyre - Movimento Jovens Indígenas se articularam para realizar o sonho de Raoni, e no mês de outubro/2017 mobilizaram duas mulheres indígenas: Ro'otsitsina Juruna (Tsitsina Xavante) e Ana Terra Yawalapiti para iniciar a elaboração de uma proposta para o Encontro.

Reunidos por uma semana no Instituto Raoni -IR, na cidade de Colíder-MT, o Movimento Mebengokrê Nyre, Tsitsina Xavante e Ana Yawalapiti construíram uma pauta que abrangesse temas como: megaempreendimentos que impactam as terras indígenas, o desmonte da política indigenista, o genocídio indígena, o papel da juventude, da mulher e do movimento indígena em defesa dos direitos ambientais e territoriais. A pauta foi feita em consulta com Raoni Metuktire, e lideranças tradicionais Kayapó do MT.


Ao longo do processo de 2017 a 2020 muitos indígenas e organizações somaram, e o resultado foi o Encontro dos Povos Mebengokrê e Lideranças Indígenas do Brasil, que reuniu entre os dias 14 a 17 de janeiro de 2020, mais de 600 lideranças indígenas de 47 etnias, se deslocaram até Aldeia Piaraçu, Terra Indígena Capoto Jarina -MT.

Juventude Indígena de vários povos do Brasil, presentes no Encontro convocado por Raoni. Foto: @midianinja

"Atendendo um chamado do Cacique Raoni, a juventude presente reuniu-se, apresentou demandas para as lideranças e organizações presentes, e afirmamos que esse ano durante o acampamento terra livre em Brasília, acontecerá um momento para que todos os jovens indígenas do Brasil possam sentar e organizar suas referências a nível local, regional e nacional e assim fortalecer a luta do movimento indígena em defesa dos nossos direitos" (Erisvan Guajajara-MA).


Segue a carta final em PDF “Manifesto do Piaraçu das Lideranças Indígenas e Caciques do Brasil”, para acessar clique aqui.


O Cacique Raoni, também é indicado ao Prêmio Nobel da Paz 2020, pelo protagonismo em defesa da floresta e dos valores culturais indígenas.

Para apoiar o Cacique Raoni Nobel da Paz 2020 - Avaaz, clique aqui.

0 visualização

Site criado por Alexandre Pankararu, em novembro de 2018, com o apoio dos colaboradores da REJUIND.

REJUIND - REDE DE JUVENTUDE INDÍGENA

E-mail: rejuind@gmail.com