Site criado por Alexandre Pankararu, em novembro de 2018, com o apoio dos colaboradores da REJUIND.

REJUIND - REDE DE JUVENTUDE INDÍGENA

E-mail: rejuind@gmail.com

SOBRE NÓS

A Rede de Juventude indígena do Brasil (REJUIND) foi constituída em 2009 como resultado do I Seminário Nacional de Juventude Indígena, realizado em Brasília - DF. A REJUIND tem por objetivo ser uma ferramenta para apoiar e fortalecer as juventudes indígenas, utilizando as novas tecnologias de informação e de comunicação (TIC), apontando as ações de avanços e desafios, e priorizando as oportunidades de empoderamento político. Possibilita o diálogo entre a diversidade dos povos indígenas no Brasil, organizações e movimentos que atuam em defesa dos direitos Humanos e dos povos indígenas. Além de contribuir para a aproximação entre as redes de juventude indígena na América Latina e no Caribe. Atualmente trabalhamos com 3 pontos focais e 10 colaboradores diretos que fazem a interlocução com as redes e organizações de juventude nas aldeias e comunidades indígenas. Os pontos focais e colaboradores se encontram nas 5 regiões do País.

Existem cinco eixos principais estruturantes que direcionam o trabalho da REJUIND:

  1. Fortalecimento institucional das ações em matérias relativas aos temas de juventude, em especial a Juventude Indígena brasileira;

  2. Incidência política e advocacy no debate público sobre juventude;

  3. Articulação com as redes de jovens indígenas na América Latina e Caribe para o desenvolvimento;

  4. Diálogo nacional, regional e global entre as juventudes indígenas, governos e sistema ONU.

  5. Diálogo com o movimento indígena nacional no fortalecimento e implementação das Políticas Públicas de juventude - PPJ

A formação dos membros e colaboradores da REJUIND contribui para o intercâmbio e elaboração das estratégias de comunicação institucional. Ao mesmo tempo em que qualifica suas lideranças jovens para atuarem dentro dos espaços de tomadas de decisões, propiciando o encorajamento direto e indireto a outras juventudes. O compartilhamento das boas práticas de incidência dá visibilidade àqueles que perpassam por situações de vulnerabilidades, apontando suas ações de combate às violências e violações de direitos humanos aos povos indígenas.

Para nós, é necessário continuar a construir espaços de diálogo e ampliar a participação de mais jovens indígenas. E com isso gerar propostas consensuais que reflitam as nossas necessidades e desafios, permitindo o pleno exercício dos nossos direitos, que seja individual e/ou coletivo. Nosso intuito também é destacar a abrangência das diversas juventudes atingidas. E fortalecer as mobilizações, articulações, e processos formativos de membros e colaboradores da rede.

Precisamos fortalecer a articulação dos processos organizacionais dos jovens indígenas no Brasil e analisar coletivamente as realizações, estratégias, desafios e avanços das novas gerações durante os 10 anos de criação da REJUIND.